700 mil meninos podem ser vacinados contra o HPV

Em São Paulo. Doses estão disponíveis para garotos entre 12 e 13 anos e já podem ser tomados nos postos de saúde da capital…

“Segundo a fonte do jornal Metro, entraram em contato com os postos de saúde que confirmaram  a disponibilidade da vacina”

Segundo o Ministério da saúde 700 mil meninos estejam aptos a receber a vacina no Estado.


Segundo o “Prof Dr Júlio Jose Máximo de Carvalho”, Professor e Doutor com o estudo especializado do HPV, a inclusão dos meninos no calendário oficial de vacinação contra o HPV vem sendo anunciada pelo Ministério da Saúde desde outubro de 2016 e felizmente deu início em 3 de janeiro de 2017.

QUANDO INICIOU A VACINA PARA O HPV

A vacina quadrivalente contra o HPV faz parte do Programa Nacional de Imunização desde 2014. Foi inicialmente indicada para meninas de 9 a 11 anos e em seguida ampliada para meninas até 13 anos de idade.

Esta vacina protege homens e mulheres das verrugas genitais, câncer do colo uterino, da vulva, do pênis, da garganta e do ânus.

SOBRE A VACINA

O SUS fornece gratuitamente a vacina quadrivalente que protege contra 4 tipos de HPV: 6, 11, 16, 18, sendo que os tipos 6 e 11 estão relacionados com mais de 90% das verrugas e os tipos 16 e 18 relacionados com mais de 70% dos casos de câncer.

São mais de 200 tipos de HPV que podem infectar homens e mulheres em todas as idades.

Geralmente a transmissão é sexual mas pode ser por objetos de uso comum (fõmites, como roupas íntimas, objetos sexuais, etc. ), durante a gravidez e não podemos esquecer em crianças por abusos sexual.

O Prof. Julio  Carvalho relata que a inclusão dos meninos na vacinação contra o HPV já era  recomendada pela Sociedade Brasileira de Imunização e pela sociedade Brasileira de Pediatria, e que já vinha sendo utilizada  nos Estados Unidos, Austrália, Áustria, Israel, Porto Rico e Panamá, sendo o Brasil  o primeiro país da américa Latina e o sétimo do mundo a incluir os meninos nos programas nacionais de vacinação.

 

CALENDÁRIO DA VACINAÇÃO  CONTRA HPV

COMO ERA ANTES

Meninas de 9 a 13 anos 2 doses com intervalo de 6 meses
Mulheres de 9 a 26 anos com HIV 3 doses (2 e 6 meses de intervalo

COMO É ATUALMENTE

Meninas de 9 a 14 anos 2 doses com intervalo de 6 meses
Meninos de 11 a 13 anos 2 doses com intervalo de 6 meses
Homens e Mulheres portadores de HIV 3 doses (2 e 6 meses de intervalo)

COMO FICARÁ

 Em 2019 oferecer para meninos entre 10 e 11 anos
Em 2020, oferecer para meninos entre 9 e 10 anos.

Finalmente o Prof. Julio Carvalho ressalta

  1. A infecção pelo HPV é muito frequente tanto em homens como em mulheres,
  2. Geralmente não dá sintomas e quando percebemos já apareceram verrugas ou mesmo alterações iniciais de células cancerígenas,
  3. O HPV pode permanecer assintomático por muitos anos e a pessoa pode transmitir sem saber.
  4. Daí a importância da prevenção com a vacinação utilização de preservativos e dos exames periódicos de prevenção realizados pelas mulheres (o Papanicolau).