HPV e Uretrite no Homem

HPV e Uretrite no Homem

Corrimento Uretral, Blenorragia, Gonorreia, Clamidea

Consiste na inflamação da uretra geralmente ocasionando ardor uretral, saída de secreção pela uretra e ardor para urinar.

As causas do Corrimento Genital no homem podem ser:

  1. Fisiológico
  • Esmegma.
  • Cristalúria.
  • Prostatorréia.
  • Excitação Sexual.
  1. Patológico
  • Prepúcio e glande

–     Candidíase ou Monilíase
–     Herpes
–     Balanopostite inespecífica

  • Uretra

–     Gonorréia
–     Clamídia
–     Mycoplasma hominis
–     Ureaplama Urealiticum
–     Tricomonas vaginalis
–     Estafilococos epidermides
–     Condiloma uretral HPV
–     Neoplasia da uretra (câncer)

  1. Secundário

Secundário a outras infecções como:

Prostatite e Infecção urinária

Na prática dividimos em: uretrite gonocócica e não-gonocócica

HVP e Gonorréia / Blenorragia

gonorreiaA gonorréia é uma DST responsável por um tipo de uretrite, a uretrite gonocóccica. É uma infecção genital caracterizada por inflamação mucopurulenta da mucosa do trato genital, causada por uma bactéria chamada gonococcus, através de contato sexual com o parceiro contaminado.

No homem o principal sintoma é o corrimento pelo canal da urina (pus). Acompanha-se, freqüentemente, de dor e ardor ao urinar, inchaço do meato urinário. A mulher pode apresentar um corrimento vaginal. Porém, a mulher com gonorréia pode não apresentar sintomas e mesmo assim transmitir a doença para seu parceiro sexual ou para seu bebê durante o parto, levando principalmente à infecção dos olhos. Além disso, se não tratada rapidamente, pode causar uma inflamação nas trompas e incapacidade de engravidar no futuro. Portanto, na mulher é importante que sejam realizados exames ginecológicos se ela teve uma relação sexual suspeita, sem usar camisinha.

Os sintomas aparecem entre 2 a 7 dias. Na mulher, no entanto, a doença não é facilmente identificada porque pode ser confundida com uma secreção normal. Por causa disso, nem sempre as mulheres procuram tratamento imediato, como deveria acontecer.

O diagnóstico é realizado através de exames da secreção colhida do canal da urina (no homem) ou do colo do útero ou da vagina (na mulher).

Obs.: Quando não tratadas podem causar esterilidade

HPV e Clamídea e Uretrites não gonocócicas

clamideaChiarini pesquisando herpes, clamídea e HPV, encontrou 36% dos casos com infecção associada (o HPV foi encontrado em 31% e herpes em 10%). Aynaud encontrou associação de uretrite com HPV peniano (36%) e uretral (51%).